Prefeitos da AMALPA se revoltam contra Governo do Estado

No dia 22/01, ocorreu na sede da AMALPA – Associação dos Municípios da Microrregião do Alto Paraopeba uma Assembleia Extraordinária a fim de tratar de assuntos de interesse da região.

Foi convocada pelo Presidente da AMALPA e Prefeito de Queluzito Célio Pereira de Souza e pelo Secretário Executivo Claudionei Nunes onde abordou sobre o problema financeiro municipal devido à falta de repasses do Governo e o inicio do ano letivo nas escolas.

Hoje a dívida do estado com os municípios chega a mais de R$ 12 bilhões, devido a falta de repasses do ano anterior. Porém este ano, R$ 342 milhões deixaram de ser enviados às prefeituras que são referentes aos repasses constitucionais, como por exemplo, o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb), que é direcionado à educação e o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). Esses valores deveriam ser repassados semanalmente às prefeituras.

Com isso, os prefeitos da AMALPA estão buscando soluções para tentar não adiar o inicio das aulas o que está atualmente inviável, visto que vários prefeitos estão precisando usar recursos próprios para custear os serviços da educação. A dívida do governo de Minas com o transporte escolar já é de R$ 152 milhões e a do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) é de R$ 5,3 bilhões.

Em reunião conjunta com a AMM – Associação Mineira dos Municípios no último dia 21 ficou definido que se até o dia 1º/02 os repasses não regularizassem, os prefeitos irão entrar com o pedido de impeachment do atual governador.

Estiveram presentes os Prefeitos de Conselheiro Lafaiete Mário Marcus, de Congonhas José de Freitas, de Ouro Branco Hélio Campos, de Casa Grande Luiz Otávio, de São Brás do Suaçuí Elias Ribeiro, de Moeda Leonardo Moura, de Caranaíba Marcos Bellavinha e de Entre Rios de Minas José Walter.

Os Secretários de Educação de Ouro Branco Edivânia Santos, de Jeceaba Késsia Salatiel, de São Brás do Suaçuí Vicentina Sebastiana, de Lamim Luis Fernando e de Entre Rios de Minas Maria Marta. Esteve presente também o Secretário de Gestão Urbana de Congonhas Adivar Barbosa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.